Explosão destrói rádio brasileira após denúncia em disputa eleitoral

Author:
Publish date:

A Rádio Farol FM, localizada no município de União dos Palmares, no interior de Alagoas, Brasil, foi alvo de um atentado a bomba. O teto e os equipamentos da rádio foram completamente destruídos pela explosão.

A emissora pertence ao deputado federal João Caldas, que fez uma denúncia de corrupção contra o atual prefeito de União dos Palmares, Areski Freitas, e o ex-governador, Manoel Gomes de Barros. A gravação de uma conversa entre os dois foi divulgada durante o programa do jornalista Ivan Nunes.

Segundo testemunhas, a Rádio Farol FM foi invadida por dois homens durante a madrugada de quinta-feira, dia 13 de setembro, quando não havia funcionários no local.

Vizinhos do prédio relataram um grande barulho provocado pela explosão. A explosão provocou um incêndio que foi contido pelo Corpo de Bombeiros. O local foi isolado por correr risco de desabamento. Os dois homens fugiram numa moto sem ser identificados.

A origem do atentado está sendo investigada pela Polícia Civil de Alagoas, mas há suspeita de que o atentado tenha sido motivado por razões políticas. A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (ABERT), fez um apelo às autoridades do Estado de Alagoas para que investiguem o atentado cometido contra a Rádio Farol. “Fatos como este são extremamente preocupantes porque se constituem grave ameaça à livre atividade jornalística e ao pleno direito da sociedade à informação”, comentou Daniel Slaviero, presidente da ABERT, no site da entidade.

Related

Portugal: RDP em canal a cabo

A rádio Lusitânia, lançada em abril de 2008 pela estação pública RDP com emissão exclusiva pela Internet, está agora também disponível no serviço de rádio por cabo, através da Zon TV Cabo.