USUÁRIOS: Rede Mix FM usa Strider IP da Sinteck - Radio World

USUÁRIOS: Rede Mix FM usa Strider IP da Sinteck

Author:
Publish date:

Por Antonio Rezende
Gerente técnico
Rede de rádios Mix FM

SÃO PAULO, Brasil — A rede de rádios Mix FM transmite programação no gênero pop, e conta hoje com aproximadamente 25 emissoras afiliadas. Com sede na capital paulista, a rede utiliza o sinal do satélite para linkar seus estúdios, mas também optou por um sistema redundante inovador e de tecnologia nacional.

Como gerente técnico da rede, a princípio busquei soluções importadas para resolver o problema que tinha quando pensava em um ‘Plano B’ para o satélite.

Image placeholder title

Antonio Rezende, gerente técnico da rede Mix FM, e o Strider IP da Sinteck Next Não se conhecia nenhuma opção nacional e estavam em questão os codecs americanos e europeus que nos ofereciam. Mas a Sinteck Next, uma empresa nacional com mercado local e internacional, comprou o desafio. A Sinteck decidiu enviar para testes um equipamento pioneiro no mercado nacional. Tratava-se de um par de codecs chamados de Strider IP.

Com um visual moderninho, cara de importado, com gabinete em alumínio injetado, teclado touch, visor OLED, tudo bem bonito, agora só faltava funcionar! A satisfação veio em seguida. O Strider IP da Sinteck não perdeu para nenhum equipamento estrangeiro.

O Strider IP tem tudo muito bem pensado, começando pelo preço, que é bem inferior aos equipamentos semelhantes importados. Com o Strider IP, é extremamente fácil enlaçar qualquer distância sem a necessidade de antenas, cabeamento coaxial e nenhuma autorização por parte do governo. O requisito mínimo é que se tenha uma conexão de Internet com pelo menos 2 MB de velocidade, que não exista nenhum outro computador ou sistema compartilhando a mesma rede e a linkagem é perfeita. Com qualidade digital e em tempo real, dá até para colocar o ouvinte no ar!

Hoje a rede Mix FM já possui uma grande quantidade de codecs Strider IP funcionando perfeitamente, em alguns casos substituindo diretamente o satélite. Nunca observamos que a linkagem tenha caído, isso porque nossa rede de dados é bem confiável, mas em relação aos codecs, funcionam muito bem.

Atualmente, a Sinteck Next dispõe do Strider IP para quem tem sérias dificuldades de linkagem, bem como aqueles que não têm autorização de uso de links via aérea (links do tipo STL em 950 MHz) ou aqueles que não podem gerar conteúdo do estúdio principal da emissora. Dai a necessidade do uso de links via IP.

Além da Internet, é possível também utilizar os codecs Strider IP via rede de dados Wi-Fi, com antenas parabólicas nas frequências de 2.4GHz e também 5.8GHz. Se compararmos, seria um link digital com preço de link analógico neste caso.

Related